Fale Conosco

A Cruz Vermelha acaba de demitir o primeiro médico desde que assumiu a gestão do Trauma.

Acho que eles cansaram de demitir funcionários e resolveram comprar briga com o Conselho Regional de Medicina.

Mais uma vez, a entidade responsável pelo maior Hospital da Paraíba descumpre a palavra empenhada e demite servidores.

O médico demitido chama-se Ricardo Cruz e recebeu a notícia hoje de que não fará mais parte do quadro de médicos que atendem no Trauma.

Que saudade eu tenho da época em que palavra dita vaila por documento assinado, e se a palavra fosse dita perante muitas pessoas aí valia a honra e talvez a vida da pessoa. Que saudade!

Na ocasião da posse dos novos gestores, Edmon Silva, representante da Cruz Vermelha na Paraíba, disse à imprensa que não haveria sequer uma demissão em todo o hospital e menos de um mês depois demitiu mais de cem pessoas. Esta semana foram mais trinta e agora, vai começar a dispensar os médicos.

A crise na saúde paraibana nem se resolve e já vai piorar novamente.

Alguém ainda tem dúvidas de que a terceirização do Trauma foi um péssimo negócio?