Fale Conosco

 

O nosso super senador Vitalzinho foi à Fórmula 1 como convidado VIP da Petrobras e lá se inspirou em Rubinho Barrichello para continuar conduzindo as CPIS com um delay de fazer inveja a qualquer câmara de eco da década de 70.

Uma investigação que chega a corruptos e corruptores de forma inusitada e que, segundo a própria Presidenta Dilma, mudará o Brasil “para sempre”, conforme declarações aos jornalistas pouco antes de deixar a cúpula do G20 em Brisbane, na Austrália, só não anda nas CPIs que Vital comanda.

O ministro da Justiça José Eduardo Cardozo veio a público dizer que é para apurar tudo, os partidos citados como favorecidos emitem nota endossando a investigação sem barreiras, mas o senador paraibano teima em manter o freio de mão puxado.

A pergunta agora deve ser: porquê? E de personagem investigador talvez Vital passe a ser investigado, pois entrou no fogo cruzado sem colete.

E, cá pra nós, após travar as investigações querer relatar as contas da Petrobras na condição de ministro do TCU é o mesmo que mergulhar na lama e depois querer se limpar num lava jato.