Fale Conosco

O presidente da Unimed-JP, Gualter Ramalho, não acredita em uma nova onda de casos de coronavírus de forma massiva. Nos últimos dias, a Capital paraibana voltou a ter aumento no número de casos e de mortes após uma estabilização do cenário pandêmico. “Mesmo assim, a população ter que ter prudência e continuar adotando as medidas preventivas e sanitárias”, alertou.

O médico aponta as grandes aglomerações por conta do período eleitoral e o grande fluxo de turistas na Capital como principais fatores do aumento. “As pessoas passaram um bom tempo presas em casas e quando puderam sair a alegria foi tanta que muitas esqueceram de se proteger como se a doença tivesse acabado”, comentou.

Ramalho, no entanto, destaca que o momento não é de alarde e nem tampouco de mandar fechar tudo de imediato. ‘Basta apenas que continuemos com esse monitoramento a cada 14 dias como vem sendo feito e que a população e nem as autoridades de saúde sanitárias, relaxem com relação aos cuidados e as medidas preventivas da doença”, finalizou.