Fale Conosco

Os fundadores do PSD assinaram na sexta-feira (1), em São Paulo, suas primeiras fichas de filiação sob a comemoração de que a legenda nasce como a “terceira maior força política do País”. Embora o partido ainda careça do registro nacional no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a bancada na Câmara dos Deputados conta com 44 parlamentares em exercício e quatro ocupando secretarias estaduais, segundo o prefeito de São Paulo e presidente nacional da sigla, Gilberto Kassab.  

O PSDB é, hoje, a terceira maior bancada da Câmara, com 53 deputados, atrás de PT (86) e PMDB (80). As informações são do jornal O Estado de S.Paulo

Gilberto Kassab acredita que novo partido pode ter mais de 50 parlamentares no futuro. “Nós temos a expectativa de que, nos próximos dias, tenhamos a adesão de alguns outros deputados federais, podendo, portanto, ultrapassar 50 (parlamentares)”, afirmou Kassab. “Podem virar de ponta-cabeça, de lado, podem jogar para cima ou para baixo. Seremos e somos de centro”, disse o prefeito, em referência ao  logotipo da legenda, concebido de forma a preservar a sequência “psd” mesmo se lido de cabeça para baixo.  

Em Brasília, o líder do DEM na Câmara, Antônio Carlos Magalhães Neto (BA), acusou Kassab de “criar um factoide” ao comemorar o registro do PSD em dez Estados. “Eles cumpriram uma parte da obrigação, ainda estão devendo 300 mil assinaturas”, disse o líder do DEM no Senado, Demóstenes Torres (GO).  

A criação de um partido exige etapas como o reconhecimento em um terço das 27 unidades federativas e assinaturas certificadas de 490 mil eleitores em todo o País. O partido informou ter enviado cerca de 600 mil assinaturas ao TSE.