Fale Conosco

Uma Comissão Especial de Acompanhamento e Fiscalização da Execução do Empréstimo do BNDES pelo Governo do Estado foi proposta hoje pelo deputado estadual Anísio Maia (PT-PB). Segundo o parlamentar, a medida é necessária para evitar que a construção das novas estradas anunciada pelo governador, a se realizar através deste financiamento, seja mal feita.

“Proponho uma Comissão Especial de Acompanhamento da Execução do Financiamento do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), de R$ 600 milhões. Este dinheiro é importantíssimo para a Paraíba e 50% dele será destinado à construção e recuperação de estradas em nosso Estado. Mas, estou preocupado é com a fiscalização delas”, afirmou.

De acordo com Anísio Maia, esta preocupação surgiu depois de observar o estado em que se encontra a estrada PB 057, que liga Araçagi à Mamanguape. “Imagine se estas estradas forem feitas sem fiscalização. Daqui a seis meses ou um ano tudo vai virar barro. É o que está acontecendo com a primeira estrada inaugurada pelo governador Ricardo Coutinho, a de Araçagi-Mamanguape. Hoje está imprestável. Sua construção foi iniciada pelo ex governador José Maranhão, mas o pagamento foi realizado por este Governo sem nenhuma vistoria”, disse.