Fale Conosco

O deputado estadual André Gadelha participou do programa Correio Debate, na tarde de hoje, e assegurou que serão barradas, durante votação na Assembleia Legislativa, as medidas provisórias que tiram a autonomia do Fisco. O deputado garantiu maioria e se defendeu de acusação sobre “gato de energia”.

“A oposição já tem mais três deputados que irão votar conosco: João Gonçalves, Doda de Tião e Toinho do Sopão”, com esses nomes André Gadelha afirmou que a Assembleia irá garantir os direitos do Fisco Estadual conseguidos no governo de Cássio Cunha Lima.

André alfinetou o governador Ricardo Coutinho dizendo que o fim da autonomia do Fisco é um modelo típico do socialista de querer centralizar poder: “Eles querem centralizar tudo em uma só secretaria e esse modelo centralizador é ultrapassado”, pontuou.

Ao ser indagado sobre a denúncia referente ao consumo irregular de energia, André admitiu ser proprietário do posto em questão, mas disse que nunca foi notificado e nem os funcionários dele receberam qualquer notificação da justiça, portanto a informação é improcedente.

O deputado acredita que essas denúncias foram feitas em decorrência do período eleitoral. Os opositores que administram a cidade “pessimamente” estão ameaçados com a possibilidade da candidatura de André e já estariam no ataque.

Ele rebateu a denúncia apontando os dados de que Sousa está em último lugar no ranking da gestão de Saúde, medido pelo Índice de Desenvolvimento do SUS. A má gestão, na visão de André, tem levado os concorrentes a buscarem denúncias falsas.

A oferta do nome foi feita, o discurso de candidato está pronto, mas André ainda aguarda o posicionamento do PMDB quanto a definição do grupo para a disputa pela Prefeitura de Sousa.