Notícias

André Gadelha discorda do PMDB sobre candidatura própria e defende nome de Cartaxo

Filiado ao PMDB o ex-prefeito do município de Sousa, André Gadelha, destoa das recomendações da Executiva Estadual do PMDB em relação ao lançamento de candidatura própria ao Governo do Estado. Tal decisão pode ter um embasamento através do cargo que pode vir a assumir que é o comando da Fundação Nacional de Saúde na Paraíba, a Funasa-PB que tem como padrinho político o senador Cássio Cunha Lima, do PSDB.

Vale lembrar que mesmo estando no PMDB, André sempre foi aliado do senador Cássio Cunha Lima, tendo votado nele nas eleições de 2014, quando seu partido tinha um candidato, o que provocou uma ruptura na relação do ex-prefeito com os irmãos Veneziano e Vital. Em 2016, quando André foi derrotado por Fábio Tyrone (PSB), e recebeu a retribuição do apoio de Cássio.

Neste sentido o peemedebista de Sousa, defendeu através da imprensa paraibana o alinhamento do partido com o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo. Faltou combinar com o senador José Maranhão, cotado pelo partido para a disputa ao Governo do Estado.

Fonte:PbAgora