Fale Conosco

Com janeiro terminando, o pré-candidato a governador pelo PMDB Veneziano Vital do Rêgo encara esse jogo de poder, provocando conversas interpartidárias e anunciando a retomada da Caravana estadual e dos debates que iniciou ainda no primeiro semestre de 2013, pela Fundação Ulysses Guimarães, e que tem como objetivo construir a proposta de governo que vai defender na campanha.

Segundo a bem informada jornalista Lena Guimarães noticiou hoje em sua coluna no jornal Correio, a cúpula do PMDB já marcou para o dia 8 de fevereiro o início, em Piancó, de uma série de mais 15 “Pensando a Paraíba”, sendo que um deles, o de João Pessoa ou o de Campina Grande, contará com a presença já acertada do vice-presidente Michel Temer. Outras estrelas do partido vão fortalecer o apelo para os demais encontros.

E não ficou só nisso. Já iniciou a montagem da equipe estratégica da campanha e tem conversado com o publicitário gaúcho Stalimir Vieira, que já trabalhou para PMDB e PT na Paraíba e é autor do livro, “O moído de 2002”, sobre fatos e bastidores da histórica campanha..

Veneziano também está procurando os partidos elideranças para conversas. Manteve demorado encontro com o presidente do PR, Wellington Roberto. Depois, com o ex-prefeito de João Pessoa, Luciano Agra, do PEN, do campo da oposição e possível aliado. E pretende conversar com Wilson Santiago, do PTB.

“Estive nesta tarde num bate-papo descontraído (e muito proveitoso, por sinal) com o presidente municipal do PEN Luciano Agra, juntamente com o deputado federal Hugo Motta (PMDB-PB)”, disse Vené no encontro com Agra.

Por outro lado, o peemedebista endureceu o discurso contra o adversário Ricardo Coutinho (PSB), a quem acusa de se apropriar das obras e ações do Governo Federal, omitindo as viabilizadas pelo PMDB. Cita como exemplos, o canal Acauã/Araçagi e o Centro de Convenções..

Redação com Coluna de Lena Guimarães