Fale Conosco

O presidente do diretório do Partido dos Trabalhadores de Campina Grande (PT-CG), Alexandre Almeida disse na manhã desta terça-feira (22) que chegando a época natalina onde há naturalmente um aquecimento da economia os comerciantes, a exemplo os donos de postos de combustíveis estão temendo um crescimento ainda maior da onde de violência na cidade.

Ele afirmou que faz um apelo em nome de toda sociedade paraibana, em especial a campinense para que haja uma solução urgente para a questão por parte dos setores de segurança pública do Estado, tendo em vista que segundo o presidente do Sindicado dos Empregados do Comércio de Serviços de Combustíveis no Compartimento da Borborema (Sindecptro) Evanilton Almeida, até ontem (21 de novembro) 81 postos de combustíveis na cidade já foram assaltados desde o começo do ano. “Isso representa quase dois assaltos por unidade na cidade que tem 48 postos. No período natalino com o aumento da economia devido a liberação dos 13º salário dos servidores me preocupa ainda mais a possibilidade de um aumento de delitos dessa qualidade”, disse Alexandre.

Como dirigente partidário o petista cobrou da cúpula da segurança pública na cidade um plano de combate a esse tipo de ação criminal, pois o Sindecptro já fez sua parte investindo mais de R$ 130 mil na instalação de câmeras em 20 dos 48 postos de Campina. “O setor privado teve que agir, pois a inoperância da cúpula da Secretária de Segurança Pública do Estado na Rainha da Borborema gerou inúmeros prejuízos a categoria”, afirmou.