Notícias

Agricultores são baleados dentro de um bar e ladrões desviam ônibus da rota e assaltam 40 passageiros em Campina

Os agricultores Ivanildo José da Silva, 52 anos, e Romualdo José de Araújo, 44, moradores do sítio no sítio “Paulo de Sousa”, em Caturité, cariri paraibano, foram baleados por um homem (ainda não identificado), que conduzia uma moto. Já em Campina quarenta passageiros que estavam dentro de um ônibus da empresa Novo Horizonte, foram assaltados por sete bandidos no final da tarde de sábado (28/12).

As tentativas de homicídio ocorreram por volta das 20h00 deste sábado (28/12). Eles foram socorridos para o Hospital Municipal de Queimadas, no agreste, e posteriormente para o Trauma em Campina Grande. Ivanildo foi atingido em uma das mãos e no abdome e Romualdo com disparos no tórax e nas costas. Ivanildo é proprietário de uma mercearia na localidade e Romualdo chegou para comprar algumas mercadorias, quando de repente um homem aparece logo atirando. Ninguém soube informar os motivos desse crime. A polícia fez diligências tão logo a ocorrência foi comunicada.

Já em Campina De acordo com o motorista de 27 anos, o veículo seguia de Campina Grande para o município de Massaranduba e nas imediações da “Cimar Calçados”, no Bairro Glória, dois bandidos armados de revólveres (aparentemente menores de 18 anos), que se passaram por passageiros, anunciaram o assalto, obrigaram o motorista a sair do início da PB 095, e desviar o ônibus da rota até uma rua do bairro Jardim Europa.

No local “determinado” pelos dois assaltes, já havia mais cinco bandidos aguardando. Eles entraram no veículo e ficaram encarregados de praticar o arrastão. Nenhum passageiro “escapou” dos ladrões. Foram levados: dinheiro, aparelhos celulares, entre outros pertences.

Também na Rua Chile, no Bairro Monte Castelo, por volta das 21h30, um ladrão, armado com uma faca, entrou em um ônibus da Expresso Nacional e se dirigiu ao motorista que sob ameaça de morte, teve que entregar aproximadamente “40 reais”.

O bandido que vestia camisa vermelha e usava boné azul, não “importunou” os passageiros. “Foi tudo muito rápido”, disse o condutor do veículo “0084” da linha “003B”. Nos dois casos, a polícia fez rondas, mas não obteve êxito.

Redação