Fale Conosco

Será que passa pela cabeça da pré-candidata a prefeita de Campina Grande, o desastre que foi a administração do seu pai? E ela já enfatizou, via seu microblog Twitter, que irá se espelhar no seu pai, portanto, não é salutar e nem legal ao povo de Campina, a propaganda enganosa. Quem não lembra o tratamento dado por seu pai aos servidores municipais? Quem não lembra os atrasos no pagamento dos proventos dos mesmos? Há quem diga que houve servidores que passaram a pedir esmolas para não passar fome. Um desses exemplos foi o pai do conhecido gari campinense “Martins da Cachoeira”.

Na verdade, a administração de Enivaldo Ribeiro a frente de Campina Grande, nos idos da década de 80 foi trágico, até começou bem, mas no andar da carruagem, perdeu o arreio e acabou por massacrar servidores e camelôs. Deputada é nesse modelo que a senhora pretende se espelhar? Daniella Ribeiro é neta de assassino de trabalhadores e homens de bem, aqueles mesmos que foram escravos e vítimas do seu avô, Aguinaldo Veloso Borges, a exemplo de Margarida Maria Alves e João Pedro Teixeira, sem contar os anônimos enterrados em covas rasas.

Quem não lembra que ao assumir a PMCG, em 1982, o poeta Ronaldo Cunha Lima teve que fazer empréstimos para pagar os salários atrasados dos servidores municipais, deixados pelo Governo ao qual a deputada e pré-candidata a prefeita em Campina Grande deseja se espelhar, o do seu pai Enivaldo Ribeiro? Ronaldo teve que correr atrás do prejuízo, inclusive para dar andamento a obras paradas, também deixadas por Enivaldo durante sua administração.

É bom lembrar ainda da lamentável e deplorável perseguição do então prefeito Enivaldo Ribeiro aos ambulantes, camelôs e feirantes de Campina Grande, que ficou conhecido como o “Rapa de Campina”. Grupos de homens, por ordem do prefeito, corriam atrás dos feirantes para tomar seus produtos. Será que a pré-candidata terá coragem para fazer campanha na Feira Central? Os feirantes não esqueceram o que seu pai fez deputada, portanto, cuidado ao tentar iludir e enganar os comerciantes, feirantes e ambulantes. Dizem que até hoje, os feirantes e comerciantes não o veem com bons olhos.

A juventude precisa estar atenta ao que representou o governo que a deputada e pré-candidata a prefeita de Campina Grande, Daniella Ribeiro disse que iria se espelhar. Todo cuidado é pouco e gato escaldado tem medo de água fria. Para quem deseja ganhar uma campanha política, com certeza, seguir e se espelhar no passado e num passado trágico, perseguidor e desastroso com os servidores municipais, não é o melhor caminho, menos ainda para o povo de Campina Grande. Campina não quer mais que o Rapa volte a atuar nas ruas da cidade.

Acorda Campina!!!