Fale Conosco

Esta semana, o governador João Azevedo decretou estado de emergência em 150 municípios paraibanos.
Cidades que enfrentam, além da pandemia, mais uma crise da estiagem.
Que ameaçam seus estoques de água e provocam desabastecimento.
E é neste cenário que surge a esperança:
Ontem, João e seus colegas do Ceará, Pernambuco e Rio Grande do Norte assinaram pré-acordo do Projeto de Integração do São Francisco.
O documento subscrito pelos gestores estaduais define critérios contratuais para início da operação comercial dos serviços de operação e manutenção da transposição.
Entre as diretrizes acordadas, está o pagamento escalonado pelos estados, começando por 5% do valor total e chegando a 100% no quinto ano – com o restante dos custos sendo arcados pela União nesse período.
O início do pagamento está previsto para outubro deste ano para Paraíba e Pernambuco, que já têm acesso às águas por meio do Eixo Leste do Projeto de Integração do a Rio São Francisco desde 2017.
João Azevedo destacou a importância estratégica da transposição para garantir a segurança hídrica e desenvolvimento da Paraíba.
E cobrou a execução das obras complementares, que ampliarão o acesso dos paraibanos à água.
Um alento para os sertanejos, que estão sofrendo dupla provação:
O vírus. E a seca.

Confira: