Notícias

2×0 PARA OS BANDIDOS: Governador “frouxo” perde a queda de braço para a bandidagem

Chegamos a um impasse na área de segurança pública que só resta ao Governador Ricardo Coutinho duas alternativas. Ou resolve ou pede para sair. Certo dia lá em Pilar, durante a inauguração de uma praça, ouvi e gravei de muito perto uma bravata do pré-candidato Ricardo dizendo que estava faltando homem na Paraíba para acabar com a violência e que ele era o cabra macho que iria resolver tudo.

Aproveito-me daquela frase e pergunto ao Governador: quando vai chegar o homem que vai acabar com a violência na Paraíba? Digo isso usando uma frase dele próprio e chego à mesma conclusão: falta um governador macho para chamar o feito à ordem.

Tocaram fogo no segundo ônibus, explodiram o enésimo caixa eletrônico e nada de um governador macho para dizer “basta”!

Será que diante de tantos desmandos ninguém vai fazer nada e teremos que aturar um Governador que não é macho o suficiente para garantir segurança pública?

Será que diante do fato de o governador ter chamado os presidentes do Tribunal de Justiça e da Assembleia Legislativa, o procurador geral do MPE e o presidente do TCE de mentirosos, afirmando que não há retenção de duodécimo e muito menos queda, ninguém seja macho o suficiente para lhe dizer que na Paraíba tem desembargador macho, deputado macho, promotor macho e conselheiro macho?

Sim, porque para alguém que se propõe a resolver tudo na tora só uma tora maior ainda para pará-lo. A não ser que aqui só tenha batedor de pino.

O que falta para que seja decretada intervenção na Paraíba? Há bandidos mais machos que o governador desafiando a autoridade de quem não é macho o suficiente para encarar, mas não há nos poderes atingidos machos o suficiente para dizer ao governador respeite as caras cabra frouxo!

Bandidos 2, Governo frouxo 0.